terça-feira, 30 de junho de 2009

Bondi Pavillion


Bondi Pavilion é o Centro Cultural de Bondi. É lá que se encontra Exposição de arte, Salas de cinema e teatro, Escolas de música e arte, entre outras atividades culturais.

O Edifício foi construído em 1909, na beira da praia de Bondi, quando houve a necessidade de vestiário e banhos para os banhistas e surfistas. Comportava 750 homens e 250 mulheres que pagavam em torno de 2 pounds.

Com a grande procura em 1923 o pavilhão foi reformado e em 1928 o novo pavilhão foi inaugurado, com lugar de banho para 12 mil pessoas. Além dos vestiários e banhos a grande atração era os banhos turcos seguido das lojas, do ginásio e salão de baile.

A partir da década de 1950, a utilização do pavilhão diminuiu, e então foi iniciado um programa que permitiu a reforma para que o pavilião se torna-se um Centro Comunitário.

O Bondi Pavillion Centro Comunitário foi inaugurado em Junho de 1978 e desde então foi classificado com uma Edificação de caráter Histórico muito significativo para a história da Austrália.

Leis da Austrália


Na Austrália lei é lei, todos respeitam e não discutem porque é algo que faz parte da educação e da cultura deles.

Logo que chegamos ouvimos muito: isso não pode fazer, isso não deve ser feito. A sensação, a princípio, é que nada pode e que tudo é super controlado mas, depois de um mês aqui, já conseguimos perceber que se pode fazer quase tudo no lugar e na hora certa e que é muito bom ver tudo funcionando e as pessoas respeitando as regras.

Abaixo algumas leis bem aplicadas no dia-dia aqui e não usadas no Brasil:

1. Não pode fumar em qualquer lugar mesmo ao ar livre e em alguns estados não pode fumar nem na praia;

2. Não pode consumir bebida alcoólica em qualquer área pública, incluindo praia e parques;

3. Não pode vender qualquer coisa nas ruas, estilo camelô ou ambulante;

4. Não pode pescar sem licença, mesmo para pescadores de fim de semana e a lei restringe quantidade, tipo e tamanho a ser pescado;

5. Em algumas boates e em muitos estabelecimentos é obrigatório uso de sapatos fechados;

6. Não pode cozinhar em casa para vender comida para fora;

7. Não pode andar de bicicleta sem capacete em qualquer lugar. A bicicleta na Austrália é considerada um veículo como um carro;

8. Não pode andar de uniforme escolar fora dos períodos de aula;

9. Estrangeiros com visto de estudante, tem direito a trabalhar 20hs semanais e tem que ter 80% de presença na Escola;

10. Em caso de discussão se alguém tocar em uma pessoa é considerado agressão física e pode ir preso;

11. O pedestre é obrigado a atravessar na faixa de segurança assim como o motorista é obrigado a parar, caso um pedestre coloque o pé na faixa de segurança;

12. Não pode acender lareira nem fogão a lenha, para quem ainda tem em casa e não é mais permitido construir ou vender.

Comparando o Brasil com a Austrália poderíamos dizer que o Brasil é a terra do Anything Can Happen, ou terra do Tudo Pode e a Austrália a terra do No Way, ou terra do De Jeito Nenhum.

segunda-feira, 29 de junho de 2009

Festa Junina



A festa Junina foi ótima !!!!
Muita pipoca, quentão, bolo de fubá, cocada, pão de queijo, bolo de chocolate e muita dança !!!
Colocamos todos nossos amigos gringos a dançar a quadrilha e a diversão foi garantida. A música era em português e indicava o que tinha que ser feito, eles não entendiam nada e ficavam perguntando: What's happening?

domingo, 28 de junho de 2009

Show de Música Cubana


Ontem a noite fomos a um show de música Cubana do cantor Pocho, que é bem conhecido em Cuba com 5 amigos: dois brasileiros, uma alemã, uma húngura e um chileno.
Aqui na Austrália podemos encontrar pessoas do mundo todo, todo o tempo o que é muito legal pela troca de cultura e conhecimento.

O povo aqui é super hospitaleiro e tem toda a paciência com os estrangeiros. Afinal, a Austrália é um país de imigrantes, 23% da população é formada por estrangeiros.

Esses estrangeiros são na maior parte Ingleses e Irlandeses seguidos pelos chineses, indianos, vietnamitas, gregos, franceses, alemães, chilenos e uruguaios.

Os número de brasileiros é muito pequeno perto dos outros grupos. De acordo com o departamento de Imigração, atualmente, temos em torno de 18 mil brasileiros morando na Austrália, sendo 5 mil estudantes, 3 mil turistas e 10 mil residentes permanentes.

Apesar do número pequeno de brasileiros, concluímos que os brasileiros são bem espaçosos e facilmente identificados, principalmente aqueles fanáticos por futebol. Sempre encontravámos um colega na aula de camiseta do grêmio mas desde a semana passada ele sumiu, o que será que aconteceu ? rsrsrs. ; )

sábado, 27 de junho de 2009

Four Weeks

Completamos quatro semanas de curso de Inglês e sentimos uma boa evolução desde o dia que chegamos, mas é bem difícil pegar a fluência, acertar a gramática e melhorar o vocabulário.

As aulas não são cansativas apesar de ficarmos 6hs por dia na escola. Os professores são bem rígidos: atrasos não são tolerados, não podemos falar outra língua na aula e todo o dia temos Homework para fazer em casa.

Estamos em duas turmas diferentes, com colegas de diversas partes do mundo: Japan, China, Colombia, Brasil, França, Turquia, Coréia, República Theca, Tailândia.

Nossa maior preocupação aqui é aprimorar o inglês e acreditem, estamos estudando bastante para isso. Mas fiquem tranquilos que estamos aproveitando também um pouquinho nas horas vagas. : )

sexta-feira, 26 de junho de 2009

O que fazer para dirigir na Australia


Aqui na Austrália para os motoristas conseguirem a carteira definitiva de habilitação o processo é bem mais longo que no Brasil.

Primeiro após fazerem várias aulas de Auto Escola, os futuros motoristas se submetem ao 1º teste: Driver Knowledge Test.

Depois de passar nesse teste recebem a autorização provisória e precisam dirigir com uma placa no carro com a letra L (Learn) que significa que estão em período de aprendizado. O learn deve dirigir sempre acompanhado de outro motorista com carteira definitiva.

Depois de 12 meses usando a placa L podem se submeter ao 2º teste: The Driving Test onde recebem a placa P1 (provisional) de provisório.

Depois de 24 meses precisam fazer novo teste: Hazard Perception Test para então receber a placa P2.

Depois de 24 meses usando a placa P2 fazem o último teste: Driver Qualification Test para receber a Full Licence e não precisar mais dirigir com plaquinha nenhuma. Isso acontece normalmente aos 21 anos, pois aos 16 anos já podem iniciar toda a função testes + plaquinhas.

É bem legal esse tempo de amadurecimento até a carteira definitiva e também com a identificação todos conseguem ver o nível que se encontra o motorista. Acreditamos que esse seja um dos motivos de o trânsito funcionar tão bem, ter tão poucos acidentes e os pedestres serem tão respeitados, além claro, da super educação que recebem.

Os turistas e estudantes brasileiros podem dirigir aqui com a carteira brasileira válida, tendo junto a tradução feita pelo departamento de trânsito da Austrália.

Fish & Chips

Nada tenta tanto um australiano como comer Fish & Chips. Essa herança inglesa vem da época da Segunda Guerra, quando a maior parte das carnes e da comida era enviada para as tropas em combate. Batata era o que não faltava, e peixe também pela abundância no mar do Norte. Pegava-se os dois e fritava-se no óleo quente para economizar combustível.

Hoje, empana-se os files de peixe na hora, sendo que cada um tem um preço diferente de acordo com a qualidade. Em média custa AU$10. Serve-se com batatas fritas e algumas vezes com salada de alface. É bastante gorduroso, e segundo os nutricionistas não faz muito bem à saúde.

Porém, o prato é preferência nacional, pode-se encontrar em cada esquina e todo bar e restaurante serve Fish & Chips.

Apesar de um pouco gordo a gente experimentou. Eu fiquei com a combinação completa, já o Rafa ficou só com o Chips.

quarta-feira, 24 de junho de 2009

Sydney Tower


A Sydney Tower foi erguida entre 1975 e 1981 e tem trezentos e cinco metros de altura, atualmente, é a trigésima oitava torre mais alta do mundo.

Foi construída sobre um shopping center e um prédio de escritórios denominado Centrepoint, com acesso pelo Pitt Street Mall. Possui dois restaurantes giratórios nos pavimentos inferiores e uma plataforma de observação, aberta ao público, no topo, a cerca de duzentos e cinquenta metros de altura.

Já vimos ela de diversos pontos da cidade, mas hoje quando fomos visitar a sede da STB aqui em Sydney (nossa agência de viagem) chegamos ainda mais pertinho dela.

Dizem que em dias claros, é possível visualisar praticamente toda a região metropolitana de Sydney. Recentemente recebeu mais uma atração, chamada Skywalk que é uma via que permite que os visitantes andem sobre o telhado da torre e sobre uma plataforma com piso de vidro que permite ver a cidade duzentos e sessenta metros abaixo dos pés.

Ainda não subimos, mas assim que subirmos, mandaremos fotos lá de cima…aguardem !!!

terça-feira, 23 de junho de 2009

Mão Inglesa

Certos países como Inglaterra, Japão, Austrália, Nova Zelândia e África do Sul têm a mão de direção invertida em relação a nossa, a famosa mão Inglesa.

Na era medieval, os cavalos circulavam à esquerda e a mão direita era usada para o manuseio da espada. Sendo assim, todos os cavalheiros andavam à esquerda. Foi Napoleão quem, no século XVII, inverteu as mãos por dois motivos: ele era canhoto e queria identificar os inimigos a distância. Como os ingleses sempre foram inimigos declarados dos franceses, os países pertencentes à Inglaterra ou que sofriam sua influência, caso da Austrália, adotaram a mão inglesa e os demais países, como os EUA, França e Brasil, adotaram o padrão Ocidental, usado por quase todo o mundo.

Já estamos nos acostumando com a mão invertida, algumas vezes erramos o lado de entrar no carro ou nos atrapalhamos para atravessar a rua. Engraçado é quando parece que tem uma criança dirigindo o carro ou quando parece que o carro está sem motorista.

Na estrada é um pouco mais estranho, o carro mais rápido fica bem a direita e a ultrapassagem também é feita pela direita, tudo invertido e divertido !

segunda-feira, 22 de junho de 2009

Parada na Vinícola Lerida


Depois de passar por Canberra seguimos viagem de volta para Sydney. No caminho encontramos uma vinícola onde paramos para descansar e também saber um pouco dos vinhos e da região.
O senhor que nos atendeu disse que as parreiras ficam com uva a partir de outubro e que no ano passado quase tudo foi perdido pelo calor que fez na Austrália.

O lago George secou há 7 anos atrás e desde lá o calor tem sido cada vez maior, dá para ver onde antes era o lago ao fundo da primeira foto. O George era o maior lago de água doce da Austrália com 900 km2 e agora está seco em virtude do aquecimento global, preocupante.

Capital Canberra



Apesar de quase todo mundo achar que a capital da Austrália é Sydney, a capital na verdade é Canberra.
Bem menor que Sydney, com aproximadamente 1 milhão de habitantes, Canberra fica a 200Km de Jindabyne. Na volta passamos por lá e valeu a pena.
O Edifício do Parlamento antigo virou museu e o novo Parlamento é super monumental e moderno.

Kangaroos no caminho


Finalmente vimos os famosos Kangaroos Australianos !!!
Na estrada infelizmente vimos alguns mortos que haviam sido atropelados, quase atropelamos um enorme que cruzou a estrada saltitando e vimos outros vários pelo caminho...são muitos por todos os lugares !!!

Fim de semana na neve




A viagem foi ótima: tempo bom, bastante neve, amigos e muito divertimento !!!
A nossa pousada era em Jindabyne, 30 min de carro da estação Perisher. A primeira foto é da vista do nosso quarto.
Acordamos todos os dias bem cedo para aproveitar muito, esquiávamos das 9hs até as 17hs, quando a estação fechava.

quarta-feira, 17 de junho de 2009

Parada para Esquiar

Estamos indo agora para a aula, depois da aula vamos nos encontrar com o Ale e a Ci para direto seguir viagem. Esperamos encontrar muita neve, tempo bom e uma bela estação de esqui.

Faremos uma breve parada no Blog pois não levaremos o notebook. Segunda, prometemos novas fotos e muitas novidades para contar aqui...AGUARDEM !!!!

Enquanto isso deixamos para vocês, de presente, o belo pôr do sol de ontem em Bondi Beach.

Bom fim de semana a todos !!!!
Muitos beijos e abraços !!!!
Clau e Rafa

P.S. Apesar do blog postar como quarta, aqui já é quinta - 7h36.

Tomada 3 pinos


Aqui na Austrália a tomada é de 3 pinos, mas é diferente dos 3 pinos do Brasil. São 3 pinos tortos e finos, como mostra a foto e a voltage daqui é 240 Volts e 50 hertz.

Podemos usar os eletrônicos do Brasil no modo 220V, com um adaptador, que é facilmente comprado em qualquer supermercado por AU$ 10.

Um detalhe interessante é que praticamente todas as tomadas daqui tem um plug liga/desliga ou seja o equipamento pode estar na tomada e se ela não estiver ligada, nada feito. Como mostra a primeira foto.

terça-feira, 16 de junho de 2009

Australia Sports


Os esportes mais populares da Australia são: o Rúgbi e o Cricket. Natação, corrida, golf, football, basketball, tennis e surf também são bem conhecidos e praticados.

Nós estamos nos exercitando muito mais aqui do que no Brasil. Vamos e voltamos todos os dias caminhando para a Escola, jogamos vôlei de praia, o Rafa surfa, e eu caminho na pista da beira mar.

Aqui toda hora surge uma novidade em relação à exercícios físicos. Sábado passado eu experimentei uma aula de Power Ioga, que é igual a Ioga porém a sala fica a uma temperatura de 42º. A idéia da temperatura alta é aumentar a elasticidade e forçar mais os exercíciso mas, ao mesmo tempo, parece que a gente está dentro de um forno, achei um pouco demais.

No fim dessa semana vamos para Perisher ( estado de NSW ) esquiar. Austrália tem estações muito boas que ficam a +ou- 500Km de Sydney. Estamos super animados para esquiar e nos preparativos.

segunda-feira, 15 de junho de 2009

Master Chef Australia

Aqui na Austrália tem um programa de Reality Show que se chama Master Chef. São diferentes provas de comida e cada semana tem um elimidado. O vencedor ganhará AU$ 200 mil, fará um livro e será contratado como um chef.

Esse programa é uma febre aqui, todo mundo assiste todos os dias e a galera fica comentando sobre o que foi feito no programa, o prato novo, quem foi eliminado, etc. Nós dois já entramos no clima e nesse momento estamos todos assistindo e aprendendo: inglês e de comida.

Essa semana no nosso Master Chef o vencedor foi o Ale com Feijoada Brasileira. Tava simplesmente ótimaaaaa !

Quem quiser conhecer mais e pegar algumas receitas segue o site do programa: www.masterchef.com.au

domingo, 14 de junho de 2009

The Rocks




The Rocks é rico em história, ele cresceu a partir de uma prisão que existia em 1788 junto da comunidade portuária.

Hoje, os antigo armazéns, as casas dos marinheiros e alguns dos mais antigos edifícios sobreviventes de Sydney abrigam restaurantes badalados, lojas, galerias, Centro de exposições e a Foundation Park que é um lugar que recria os cômodos das antigas casas a partir do que restou das construções de 1870.

O mais legal da Foundation Park é que tudo fica ao ar livre e está sempre aberto. É um espaço para conhecimento da história e todo mundo respeita. Ninguém tira os móveis do lugar, rouba ou destroi. E não tem nenhuma segurança.

Festival Luminous



O Festival Luminous do curador Brian Eno, faz com que a Opera House de Sydney fique toda iluminada e brilhe com projeções que continuamente mudam de cor.

Festival Luminous 2






O Festival tem 25 interferências no total, todas elas em Sydney. São 77 milhões de imagens cortadas, reorganizadas e realinhadas para produzir infinitas variações em luz.

Essa exposição já esteve em Veneza, Milão, Tóquio, Londres, São Francisco e continuará percorrendo o mundo. Ficaremos na torcida para que chegue no Brasil, porque é sensacional e vocês iriam adorar !

sexta-feira, 12 de junho de 2009

Inverno na Australia


Estamos no inverno por aqui e essa semana fez muito frio. Pela manhã, não passava dos 7 graus e tivemos que nos agasalhar muito...

Porém, o que despertou nossa curiosidade foi ver os Australianos sem proteção para frio. As mulheres usam saias sem meia-calça e os homens muitas vezes usam camiseta de manga curta, bermuda e chinelo. A gente chega a pensar que tem alguma coisa errada porque não dá para entender tanta diferença.

Uma colega que trabalha como baby-sitter disse que aqui eles não agasalhavam os filhos desde que nascem para que se acostumem com o frio.

Olhem a diferença das fotos, elas foram tiradas no mesmo dia.

Dá para acreditar ?

quinta-feira, 11 de junho de 2009

Didgeridoo

Didgeridoo é um instrumento de sopro, inventado pelos Aborígenes Australianos.
Não se sabe ao certo quando foram inventados, mas eles tem sido feitos e tocados pelos Aborígenes da Austrália há muito tempo. Há diferentes tipos: pintados, bifurcados, de cura, em sino, ocres, de colecção.
Segundo a crença, mulheres não podem tocar tal instrumento e se o fizerem, podem ficar esteréis. Semana passada, a famosa atriz Australiana Nicole Kidman tocou o Digeridoo em um programa de televisão e os aborígenes mandaram avisar que ela não terá mais filhos.
A Cinthia nos mostrou dois artistas tocando o Digeridoo e adoramos. O som é muito moderno e bom de ouvir.
Quem quiser conhecer o som tem um video bacana no YouTube no seguinte endereço:

http://www.youtube.com/watch?v=R9hV4zVommA&feature

quarta-feira, 10 de junho de 2009

3º Semana na Austrália


Por aqui nada é por mês ou quinzena como estamos acostumados no Brasil.
Tudo aqui é por semana: aluguel, academia, salário, curso, visto, serviços, etc.
Tanto que nosso curso de 16 semanas não é de 4 meses, ele termina dia 18/09, não no final de setembro como seria se estivéssemos no Brasil.
Isso é legal pela flexibilidade que dá de por exemplo fazer academia por 03 semanas, contratar uma empregada por 1 semana e assim por diante.
Em relação ao salário o pessoal recebe ao final de cada semana independente do dia do mês e a negociação também é feita por semana.
Coisas da Austrália.

terça-feira, 9 de junho de 2009

Vista para City


Esta vista para a City é do Shopping de Bondi Junction, onde fica nossa Escola de Inglês.
Dá para ver como toda a cidade é arborizada e como o trânsito é intenso...rsrsrs. : )
Ao fundo a ponte, os prédios altos e a Ópera.

Recado para Léo e Dani:
Adoramos as fotos!!! O Luca tá cada dia mais fofo.
Muitos beijos e abraços com saudades.
Clau e Rafa